InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem vindo

Bem vindos!



Sejam bem-vindos!
Novato no fórum? Registre o seu personagem e crie sua ficha.
Bom jogo!
Calendário
DATA ON: 22 a 28 de Setembro de 2019.



» CLIMA: Nublado, gélido e sujeito a ventanias.
» ALUNOS: aulas (Duelos, Adivinhação e Runas Antigas). Festa do Pijama. ADULTOS: ações livres tanto no Castelo quanto no mundo bruxo.
Destaques

(Por ranking).

Sonserina - 79 PONTOS.

Corvinal - 74 PONTOS.

Lufa-Lufa - 30 PONTOS.

Grifinória - 5 PONTOS.



Links úteis

LINKS ÚTEIS.


» Trama.
» Regras.
» Avisos.
» Listas.
Parceiros
Quer ser Parceiro? Adicione nosso button e envie um email para accio.forever@gmail.com



Créditos


Créditos.


O Accio Hogwarts é um Fórum de RPG baseado nas histórias de J.K.Rowling. Sem fins comerciais. Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do ACCIO HOGWARTS.

Compartilhe | 
 

 Artemis Erdenko

Ir em baixo 
AutorMensagem
Artemis Erdenko
Aigam
avatar

Mensagens : 1150
Data de inscrição : 29/06/2011

MensagemAssunto: Artemis Erdenko   Dom Jul 10, 2011 8:36 pm

{Dados Principais}
Nome: Artemis Erdenko (Sevigny)
Idade: 17 anos
Raça Mestiça, mas acredita que é nascida trouxa.
Data de nascimento: 15/08
Onde nasceu: Lyon
Família: Avós (NPC's) Wladimir e Natasha Erdenko, pais: Louis Sevigny(Bruxo/ puro sangue) e Sarah Erdenko (trouxa/cigana), Allegra Erdenko (meia-irmã)

{Descrições}
[Externas]
Corpo: Bem feita de corpo, pra ser sincera, dona de curvas voluptuosas.
Altura: 1m70
Cor dos olhos: Azuis
Cabelos: Castanhos escuros, levemente ondulados nas pontas, na altura dos ombros
Avatar/Photoplayer utilizado: Beren Saat

Internas
Personalidade: Quem a conhece apenas pela aparência, costuma julgar que Artemis é uma garota gentil e ingênua. E seria correto dizer que Artemis realmente é uma garota gentil e ingênua... Quando ela deseja efetivamente sê-lo, é claro. O caráter mais evidente da sua personalidade é a imprevisibilidade de suas ações (talvez por influência de seus genes ciganos?!); por isso, a pessoa nunca saberá ao certo o que esperar dela. De temperamento forte, costuma perder a paciência com alguma facilidade e ser meio arrogante (herança sangue dos Sevigny que corre nas suas veias? Bem possível!), às vezes. É comunicativa, impulsiva, divertida, meio louquinha e perseverante. Ama sua família (a parte que conhece dela, claro! Principalmente sua meia-irmã Allegra, de 1 ano, sendo capaz dos maiores sacrifícios por ela) e é fiel aos princípios e regras a ela impostos. Costuma tratar fatos sérios como sendo insignificantes, embora intrinsecamente seu senso de responsabilidade fale mais alto; o que, para ela, é meio entediante... Sim, ela é confusa...
Qualidades: Determinada, altruísta, corajosa, leal, divertida, responsável.
Defeitos: Teimosa e intempestiva
Medos: Perder os avós e não conseguir cuidar de Allegra, afinal são tudo o que resta pra ela.
Desejos: Encontrar seu lugar no mundo...Explicando: um lugar em que seja aceita, sem reservas..

{Dados Bruxos}

Casa que pertence: Corvinal
Ano: 7º ano

Varinha: 24 cm, inflexível, jacarandá, com pêlo de unicórnio. Uma varinha bem temperamental.
Patrono: Guaxini, você acha estranho? Imagine ela!
Animal de Estimação: Coruja branca: Kali
[center][HISTORIA]

"Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira".

A história de Artemis começa com Louis Sevigny, seu pai, andando em passos lentos, pelas ruas de Marselha, sentindo o bater das finas gotículas de água que perspassavam o seu corpo, agora gélido do ar congelante que temia em assoviar insistentemente no seu ouvido. Passava pelos lugares, pelas lojas, sem ao menos vê-las direito, estava ainda com a conversa que ouvira na cabeça. O que a sua família escondia, as atrocidades que certos membros da sua família haviam feito para conseguir o poder a qualquer custo. Ele se perguntava mentalmente se tinha sido por isso que seu pai havia desaparecido. Louis sabia que seu pai nunca poderia cometer tais atos, mas tinha medo que ele soubesse o que certos intregrantes da sua família andavam fazendo e não fizesse nada para acabar com isso. Saber e não fazer nada é tão ruim quanto realizar o ato com suas próprias mãos. Ele olhou para chão, e apertou o passo, como se correndo fosse deixar para trás também suas preocupações.

Antes mesmo que pudesse dobrar a esquina, ele então deu um encontrão em alguém que vinha na direção contrária, na certa também tão desatento quanto ele. Enquando murmurava um ''desculpe'' impaciente, ele focou a pessoa diante de si e, então, ele a viu. Assim como ele, ela carregava um semblante preocupado, e manchas de irritação em seus olhos azuis penetrantes. Seu cabelo escuro estava escorrido com a chuva que agora apertava. Ambos ficaram se fitando sem falar coisa alguma por alguns segundos, que, naquele momento, foram cruciais para mudar a vida deles para sempre.

Em poucos dias Louis e Sarah - esse era o nome da garota- ficaram cada vez mais próximos. A vontade de se encontrarem aumentava a cada dia, como um curso natural. Ele sentia que Sarah era diferente, assim como também a garota sentia que seu príncipe encantado não era um rapaz comum. Os dois acreditavam que isso se dava ao sentimento que devotavam um pelo outro, porém, não era só isso. Com alguns meses de namoro agora consolidado, os segredos vieram à tona. Durante um dos passeios do casal, Sarah foi reconhecida por um conhecido, na verdade, pelo irmão de seu noivo. Sim, noivo porém não um que ela tivesse escolhido e abandonado do nada ou graças a um possível cárater volúvel. Tratava-se de um homem ao qual a prometeram quando a garota nem sabia pronunciar seu próprio nome. Diante disso e do medo de perder Louis, se viu 'obrigada' a revelar quem era de verdade: Sarah Erdenko, uma cigana, do clã Erdenko, que havia fugido de casa, porque recusava-se a casar com alguém que sequer conhecia. Como retribuição da confiança da namorada Louis lhe contou sobre seu passado, sua família e seu mais 'obscuro' segredo: ele era um bruxo, um bruxo membro de uma família que abominava não-bruxos, trouxas, como ela. Bem como a família dela, abominava relacionamentos entre ciganos e gadgés. Os jovens se viram diante de um estranho Romeu e Julieta pós-moderno, mas o amor deles era maior que qualquer convenção universal.
Quando os bruxos da família Sevigny souberam, tentaram de tudo para que Louis desistisse de todo e qualquer contato com Sarah, como não obtiveram sucesso,logo trataram de o expulsar da família, pouparam sua vida com a única condição de que fosse o mais longe possível das vistas de um Sevigny. Assim também procedeu a família de Sarah. Sua família a renegou, e seus pais a deserderam. Os jovens agora estavam sozinhos no mundo, resolveram então ir para o norte da França, em busca de uma nova vida para os dois.

Dois anos se passaram e Sevigny e esposa decidiram voltar para a Marselha a fim de obter o perdão de suas famílias além da aceitação daquela união uma vez que não retornaram sós, Sarah trazia nos braços adorável e risonho bebê, a pequena Artemis. Sabendo de seu retorno, Pierre, primo e o melhor amigo de Louis resolveu presentear o casal com uma pequena recepção no Solar dos Bourbon, residência de Arian. A reunião transcorria animada, amigos reunidos, muitos conhecidos, porém nada da mãe nem dos irmãos de Louis. Artemis estava no quarto destinado a ela, dormindo placidamente quando se ouviu um grande estrondo e, em questão de instantes, o grupo estava cercado por bruxos das trevas. Ok, não exatamente bruxos das trevas, era apenas uma visitinha do irmão de Louis, Gerard que não estava nada satisfeito com aquele retorno. Qual era a parte de não volte nunca mais pra cá, o irmão caçula não havia entendido? Ah! Eu disse que o grupo estava cercado?Sim, mas não todo ele. Arian Bourbon, não estava entre eles, se encontrava no quarto pajeando o sono da pequena Artemis na companhia de Sarah, de quem se tornara também amigo, quando deu-se o ocorrido. Ele, então, teve a presença de espírito de pegar o bebê e sua mãe, ainda que sob protestos, e aparatar com elas para longe dali, salvando assim a garota do triste destino que acometera seu pai.

Passados alguns dias da morte de Louis, Sarah decidiu que procuraria seus pais, precisava encontrar um novo lar para Artemis, Então na noite de 28 de Janeiro, uma Sarah destruída pela morte de seu grande amor, bateu a porta dos Erdenko, torcendo para que eles não a rejeitassem e expulsassem ela e sua pequena de lá. E seus pais, apesar de tudo, de toda a mágoa do passado, eles abrigaram Sarah e a neta. A garota, então, cresceu em meio aquele grupo, tratada como uma gadgé ainda que fosse filha de uma cigana, neta de 'reis' ciganos. Para a grande maioria, era como se ela fosse mesmo uma gadgé, não importando em nada suas raízes. Quanto mais crescia, mais acontecimentos “surreais” se sucediam com a garota. Todos creditavam esses acontecimentos a o sangue cigano que ela herdara da mãe, jamais a magia. Para eles, magia não era nada mais que uma ilusão bem criada e eles como ciganos sabiam bem como fazê-lo, entretanto essa visão se modificou com a chegada de um mensagem para Artemis, de uma escola para bruxos, Hogwarts, era uma carta de admissão para Artemis. Foi para Hoggy acreditando ser aquilo que os bruxos chamavam de “nascida trouxa”, uma vez que nem a mãe nem os avós jamais lhe contaram qualquer coisa sobre o pai dela, de quem ela sabia apenas o primeiro nome.

Nesse meio tempo, sua mãe casou novamente, entretanto Ramon morreu pouco depois de descobrir que seria pai, em circunstâncias ainda não esclarecidas. Isso desencadeou um processo depressivo em Sarah, que acabou falecendo devido a complicações no parto da pequena Allegra, meia irmã de Artemis. A morte de Sarah obrigou Artemis a se afastar por um período mais ou menos longo de Hoggy e quase fez com que a garota desistisse da escola de magia, apenas não o fez porque precisava cuidar do futuro de allegra. Não gostaria que a irmã sofresse qualquer tipo de preconceito como havia acontecido com ela própria; uma vez que Sarah, apesar de tudo, era considerada uma impura para o seu povo, estigma herdado por Artemis e, consequentemente, por Allegra. E como se não bastasse, agora em seu último ano em Hoggy seu passado e a verdade sobre sua família, pode vir à tona. É pouco ou quer mais?!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 515
Data de inscrição : 13/06/2011

MensagemAssunto: Re: Artemis Erdenko   Ter Jul 12, 2011 5:48 pm

Ficha aprovada e movida para o tópico Ravenclaw.
Bem-vinda!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://acciohogwarts.forumeiros.net
 
Artemis Erdenko
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O Meio-Sangue Filho de dois deuses
» A filha de Ártemis .
» Poderes e Habilidades dos Filhos de Afrodite - Atualizados em 09/11/2013.
» Poderes e Habilidades das Caçadoras de Ártemis
» ☾ Poderes & Habilidades das Caçadoras de Ártemis ☽ Atualizado em 14/02/2013

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ravenclaw-
Ir para: