InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem vindo

Bem vindos!



Sejam bem-vindos!
Novato no fórum? Registre o seu personagem e crie sua ficha.
Bom jogo!
Calendário
DATA ON: 22 a 28 de Setembro de 2019.



» CLIMA: Nublado, gélido e sujeito a ventanias.
» ALUNOS: aulas (Duelos, Adivinhação e Runas Antigas). Festa do Pijama. ADULTOS: ações livres tanto no Castelo quanto no mundo bruxo.
Destaques

(Por ranking).

Sonserina - 79 PONTOS.

Corvinal - 74 PONTOS.

Lufa-Lufa - 30 PONTOS.

Grifinória - 5 PONTOS.



Links úteis

LINKS ÚTEIS.


» Trama.
» Regras.
» Avisos.
» Listas.
Parceiros
Quer ser Parceiro? Adicione nosso button e envie um email para accio.forever@gmail.com



Créditos


Créditos.


O Accio Hogwarts é um Fórum de RPG baseado nas histórias de J.K.Rowling. Sem fins comerciais. Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do ACCIO HOGWARTS.

Compartilhe | 
 

 Ludwig Atticus Nørgaard

Ir em baixo 
AutorMensagem
Ludwig Atticus Nørgaard
Ravenclaw
Ravenclaw
avatar

Mensagens : 35
Data de inscrição : 25/12/2011

MensagemAssunto: Ludwig Atticus Nørgaard   Ter Dez 27, 2011 8:36 pm

{{Dados do Player: Carol +Christopher Spencer +Marion Fabray +Ashlee Crawford +Dionísio de Mileto +Natalie Bianchi


the center of attention


in the walls inside my head
And no one will ever know it
if I keep my mouth shut tight


+ Nome: ATTICUS Nørgaard. Nada de Ludwig. A-T-T-I-C-U-S.
+ Apelidos: Att e pessoas com desejo de morte podem me chamar de Lui.
+ Idade: 17 anos.
+ Parentes: Vish, a família é grande, se liga...
George Nørgaard, meu pai babaca; Agnes Nørgaard, minha falecida mãe; Loki Nørgaard, meu irmão coreano adotivo; Liesel Nørgaard, minha irmã mais velha por dois anos; Astrid Nørgaard, minha meio-irmã de vinte e poucos anos; Lewis Nørgaard, meu irmão gêmeo otário; Axel Nørgaard, meu tio auror; Belinde Nørgaard, minha prima ruiva; Mikkel Nørgaard, meu primo incestuoso que quer pegar a Bel; Mathias Nørgaard, meu primo dorgado; Rikke Nørgaard, minha prima maria-macho; Anniken Nørgaard, minha prima feliz; Jenny Nørgaard, minha prima adotada; Niko Nørgaard, meu primo criativo; Niels Nørgaard, meu primo responsável; Edvard Nørgaard, meu priminho mais novo; Anttoni Nørgaard, meu primo que se acha fodão; Miia Nørgaard, minha prima promiscua; e, finalmente, Erland Nørgaard, meu tio distante diretor de Hogwarts.
E esses são só os que eu mantenho contato e/ou são importantes.
+ Raça: Puro Sangue.
+ Data de Nascimento: 31 de Agosto de 1995.
+ Local de Nascimento: Oslo, Østlandet, Noruega.






My own little world


is what I deserve
Cause I am the only
child there is


+ Altura: 1,88m.
+ Olhos: Castanhos.
+ Cabelos: Morenos, bem escuros e estrategicamente bagunçados.
+ Corpo: Físico de modelo, um pouco magrela até.
+ Particularidade: Nada.
+ Artista do Avatar: Kevin Flamme.






I'm king of it all

the belle of the ball
I promise I've always
been like this


+ Humor: Pessoalmente, me acho um cara om ótimo senso de humor, extremamente hilário e de bem com a vida, mas minha família discorda. Todo mundo diz que eu sou sem graça e estourado, mas isso tem nome: inveja. Só porque eu sou o único com autoestima da família. Admito que posso mudar de estado de espírito de uma hora pra outra, mas isso é normal.

+ Qualidades: Se você quer saber mesmo, eu sou incrível, pronto. Tá certo, listar qualidades: charme e beleza inigualáveis, auto-estima sempre no topo, hábil em tudo que me interessa, lealdade para quem merece, determinação de invejar sonserinos e, pasmem, eu ainda sou inteligente. Ou pelo menos é o que o chapéu seletor pensou na hora da seleção, mas até hoje existem dúvidas quanto a sobriedade do dito cujo. Considero também meu orgulho próprio uma qualidade.

+ Defeitos: Apesar de eu não concordar com isso de eu ter defeitos, listarei o que as pessoas mais reclamam: Aparentemente eu sou galinha e promiscuo (mentira, porque eu nunca prometo nada pr'as minas, sexo casual é o que há), muito relaxado com os meus estudos (tá vendo, Chapéu bêbado) e com basicamente tudo que envolva responsabilidade, falso (só porque eu mudo de opinião sobre as pessoas rápido elas me taxam de falso, vai entender) e meus irmãos me acusam de ser medroso e facilmente influenciável, o que eu novamente discordo. E, tá bem, eu posso ter reações um tanto explosivas e violentas durante brigas, que são frequentes, e já passei por uma fase mais bully, mas sou tudo de bom, prometo.

+ Trauma/Medo: Não aprecio cavalos, centauros ou qualquer tipo de equinos, porque... bem... eu cai de um pônei quando era criança e sofri um pequeno traumatismo craniano.
+ Maior sonho: Obter muito sucesso com a minha futura criação de dragões e/ou roubar convencer meus irmãos a desistirem da fortuna da família.
+ Vê Testrálios? Não.
+ Amortencia: Devido ao incidente com o pônei maldito, eu tenho Anosmia e não tenho mais olfato.
+ Forma do Patrono: Um dragão, imponente e digno para alguém como eu.

+ Casa: Corvinal.
+ Matéria(s) que mais gosta: Nenhuma, mas tenho facilidade com quase todas, em especial Feitiços e Transfiguração.
+ Matéria(s) que menos gosta: Todas, mas a principal seria Astronomia.
+ Varinha: Marfim, pelo de Unicórnio, 29cm e flexível.
+ Quadribol: Batedor.






Forever the first

my bubble can't burst
It's almost like only I exist
All by myself, I'm so much
better on my own


A coisa mais importante que você precisa saber sobre a minha pessoa: Eu não sou louco. Juro. É sério. Apesar de ouvir essas vozes estranhas e irritantes (Mais respeito, moleque. Dá licença, tô contando a minha história), eu tenho uma teoria. Essas vozes são, na verdade, bruxos estúpidos que acham legal entrar na minha cabeça e atrapalhar a minha vida (Assim parece que a gente nem te ajuda, seu mal agradecido.). Já que eu não sou um oclumente, isso pode muito bem estar certo (aham, Ludwig, sentá lá. Atticus). Não tem como eles serem fruto da minha imaginação, eu nem sou tão criativo assim. Nem bipolar, eu acho. E não sou louco. É.

Então, minha história. Tenho dois irmãos mais novos, um deles sendo meu gêmeo Lewis (aquela diferença humilhante de quinze minutos será sempre lembrada por mim) e meu irmão adotivo Loki, que provavelmente foi esquecido na Noruega durante uma viagem, porque não faz sentido o coreano vir parar aqui do nada. Além deles, tenho uma irmã mais velha de 18 anos, Liesel, e uma meio-irmã de 20 e poucos anos, fruto do casamento anterior do meu pai, Astrid. Como você pode ver, só ela escapou da idiotice de nomes com L. Pior ainda é o fato de zuarem os segundos nomes também com Ludwig Atticus, Lewis Alphonsus e Liesel Antonella (sim, Loki escapou dessa também, porque o nome dele é coreano e Loki é só um apelido já que ninguém sabe pronunciar aquela aberraçãao.)

Com os dois mais velhos, eu até que me dou bem, não sou tão chato e tudo mais, mas o Lewis é simplesmente intragável (Ou você que é um porre mesmo. Ahn, Lentz, o Att é até que legalzinho, vai...). Por ser doente permanentemente, ele sempre recebeu mais atenção e mesmo assim é revoltado. Muito idiota, na minha opinião. Nosso pai sempre tenta resolver nossas diferenças, mas ele também é inútil e não percebe que nós NUNCA seremos os gêmeos perfeitos e unidos que ele quer (Isso mesmo, não gosto daquele outro lá também. Você não tava meio que defendendo o Lewis agora a pouco? Vozes sem sentido, eu hein). Nunca, prefiro me jogar de uma ponte do que passar a gostar do Lewis. Suportá-lo já é um saco, não rola. E o Loki não fica muito atrás não, é revoltadinho por ser adotado e não sabe pronunciar o próprio nome.

Agnes Nørgaard, minha mãe. A única pessoa que eu realmente podia confiar, que me entendia e ajudava, foi assassinada por uns homens retardados nove anos atrás. Dá pra ver a minha falta de sorte, né? Um pai que não entende nada, um irmão doente e rabugento e a única pessoa que eu gostava genuinamente foi morta e eu nem consegui entender o motivo (Esqueceu o detalhe de você ser pirado. Olha, nisso eu não posso discordar. Ainda bem que você é o bonzinho, né Milkau? Não). Me contaram que ela morreu protegendo meu tio Axel. Pelo menos ela morreu como uma heroína.

Voltando ao assunto de só confiar na minha mãe, isso se deve ao fato dela realmente saber o que se passava dentro da minha cabeça. Ela era legilimente e conseguia ouvir as vozes. Estava aprendendo oclumência graças a ela, já que ela não queria que outros descobrissem meu segredo. Estava estudando legilimência também quando o incidente ocorreu e, sem a ajuda da minha mãe, meus estudos ficaram mais lentos e complicados. Porém, acredito que conseguirei dominar essa “arte” com o tempo, é só me esforçar mais. Aham, claro, só depois que eu sair de Hogwarts que eu vou ter saco pra manjar oclumência e legilimência,

Bem, tirando essa parte de dramas familiares, eu sou um cara normal, não gosto de estudar, o que contradiz minha casa curiosamente, e quero abrir um negócio de dragões quando me formar. Dragões, criaturas fascinantes, ok. O que realmente importa? Dão dinheiro, muito dinheiro. Não que minha família esteja precisando de dinheiro, mas pense bem: Meu pai não trabalha e a fortuna dele servirá para nos sustentar durante um bom tempo, mas o resto terá que ser dividido entre cinco filhos! Cinco! Não vai sobrar muita coisa, preciso me prevenir e ter minha própria fonte de capital, entende? (Um pensamento inteligente, pontos pra você, Ludwig.) Ou fazer meus irmãos desistirem da herança, mas isso será mais difícil.

Vou falar mais sobre a minha família, a parte dela que eu não tenho problemas. Cara, os Nørgaard são tipo coelhos (São mesmo, é uma loucura essa sua família. Fico perdido com tantos nomes). Tenho meio bilhão de primos! Tá, não é pra tanto, mas são vários. Vários, vários mesmo. E a grande maioria tem quase a minha idade, o que é interessante e meio estranho até. A maioria foi estudar em Durmstrang, então eu, pensando em sair de perto dos meus irmãos, exigi vir para Hogwarts.

Já que o povo da família tá espalhado em quatro países e está sempre em contato graças ao sistema de lareiras, todo mundo sabe falar várias línguas, chega a ser confuso quando rola festa, o povo bebe e começa a falar tudo misturado. Meu inglês não é perfeito ainda, entretanto, mesmo estando em Hogwarts há sete anos. Claro que se alguém falar qualquer coisa da minha pronúncia, toma um belo soco na cara ou um azaramento nada pacífico. Falando nisso, eu acho ser importante mencionar que eu tenho alguns problemas de ser um bully. Não é como se eu quisesse mesmo tomar atitudes ruins, mas tem toda aquela pressão social e bem, às vezes as pessoas simplesmente merecem por me irritarem. Mas assim, eu sou legal, tá? Ou pelo menos é o que as garotas falam, se não elas não estariam se jogando em cima de mim toda hora, certo?

Ah sim, vale mencionar que essas interrupções na minha história são cortesia dos idiotas que me perseguem, donos das vozes mais irritantes existentes. Milkau é a voz mais voltada ao lado do bem, mas é meio babaca. Lentz é a voz maldosa, que adora usar ironia e sarcasmo pra me incomodar. É a voz dominante, digamos.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 515
Data de inscrição : 13/06/2011

MensagemAssunto: Re: Ludwig Atticus Nørgaard   Ter Jan 03, 2012 6:10 pm

Devidamente movido para a sua nobre casa Corvinal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://acciohogwarts.forumeiros.net
 
Ludwig Atticus Nørgaard
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Ravenclaw-
Ir para: