InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem vindo

Bem vindos!



Sejam bem-vindos!
Novato no fórum? Registre o seu personagem e crie sua ficha.
Bom jogo!
Calendário
DATA ON: 22 a 28 de Setembro de 2019.



» CLIMA: Nublado, gélido e sujeito a ventanias.
» ALUNOS: aulas (Duelos, Adivinhação e Runas Antigas). Festa do Pijama. ADULTOS: ações livres tanto no Castelo quanto no mundo bruxo.
Destaques

(Por ranking).

Sonserina - 79 PONTOS.

Corvinal - 74 PONTOS.

Lufa-Lufa - 30 PONTOS.

Grifinória - 5 PONTOS.



Links úteis

LINKS ÚTEIS.


» Trama.
» Regras.
» Avisos.
» Listas.
Parceiros
Quer ser Parceiro? Adicione nosso button e envie um email para accio.forever@gmail.com



Créditos


Créditos.


O Accio Hogwarts é um Fórum de RPG baseado nas histórias de J.K.Rowling. Sem fins comerciais. Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do ACCIO HOGWARTS.

Compartilhe | 
 

 Natalia Prescovia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Natalia Prescovia
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 36
Data de inscrição : 22/02/2012

MensagemAssunto: Natalia Prescovia   Qua Fev 22, 2012 7:21 pm


about the player;
Nome: Gutto
Idade: 19 anos
Data de Aniversário: 11 de setembro, o dia que reabriram a Câmara Secreta MAH OE!
Cidade - Estado - País: Natal – Rio Grande do Norte - Brasil
MSN e e-mail: gutto.slytherin@hotmail.com
Como conheceu o Accio Hogwarts? Indicação da Mary.
Já jogou em fórum antes? Qual? Jogo há 7 anos. Já passei por tantos fóruns...
Leu algum livro de Harry Potter? Todos mais de uma vez.
Com que frequência conecta a internet para postar com o personagem? Everyday.
Possui outro personagem no fórum? Qual? Nop.


about the character;
Nome completo: Natalia Prescovia
Apelido (s): --
Idade: 16 anos
Parentes: Mercedez Relucio (mãe, trouxa) e Adolf Wagner Prescovia (pai, sangue puro)
Raça: Mestiça
Data de Nascimento: 07 de janeiro de 1997
Local do Nascimento: Filipinas

fragments of a dark past
“Isso é errado, Wagner! Enquanto você não precisava usar essa varinha de condão para fazer tudo que você quisesse, eu não via problemas. Na verdade, eu mentia para mim mesma que você não era uma aberração, mas agora, olha só... Você é errado, Wagner, uma aberração, e você passou essa doença para a nossa filha! Você vai para o inferno...” – Ela gritava, sua voz histérica e os olhos em chamas.

“Não ouse falar dessa forma comigo e com a Natalia, Mercedez! – bradou o homem em sua defesa. Seu rosto estava vermelho como se ele estivesse prestes a explodir, suas mãos tremiam, mas sua voz tendia a não se alterar tanto. – Você não compreende, de onde eu venho, de minhas crenças, você que é uma aberração! E olha só, eu abri mão de minhas crenças para ficar com você, por que eu te amo!” – ele disse, sua voz falhando.

“Não, você veio do inferno, você sente amor. E saia do meu caminho, eu quero distancia de você e de qualquer pessoa que acredite nessa bruxaria!” – Ela jogou as mãos para o ar quando passou por Wagner, carregando uma grande mala. Estava ensandecida, tomada de fúria, vários anos de desagrado que acabara de explodir.

Natalia via e ouvia tudo. Lágrimas enchiam seus olhos castanhos enquanto ela via sua mãe ir embora, gritando e amaldiçoando o seu pai. A pequena (que nem sabia exatamente o que estava acontecendo) saiu de detrás da grande cortina e tentou correr atrás de sua mãe, mas não conseguiu: o piso de madeira sob seus pés se transformou em lama e ela afundou até a cintura. Ela chorava brandamente agora, enquanto via seu pai chorar com o rosto enterrado nas mão e a varinha caída no chão aos seus pés. Sua mãe se fora. Então a luz deixou o lugar de forma que a pequena não conseguia enxergar um palmo à frente do seu nariz.

“Papai? Papai, socorro! Mamãe, volta!” Ela gritou, totalmente assustada. Mas não houve resposta. Então, segundos depois, um grito agudo feminino e um clarão verde invadiu a casa, vindo direto pela porta da frente. A luz voltou e revelou algo que fez a pequena Natalia entrar em choque: sua mãe estava caída sem vida no chão, os olhos abertos sem brilho, uma faca pendia de sua mão flácida.

Natalia acordou suada, a respiração ofegante e a sensação de ter caído de um lugar muito alto. Puxou as cortinas que guardavam sua cama e olhou pelo dormitório feminino. Quatro garotas dormiam tranquilamente. Se acalmando, Natalia calçou as pantufas e caminhou até um canto do quarto pouco iluminado e tomou um gole de água direto de uma jarra que ficava ali. Tinha sido apenas um pesadelo e ela sabia que as coisas não haviam acontecido daquela forma.

“Vadia.” – Murmurou para ela mesma sobre a Mercedez de seu sonho. Graças a estupidez de sua mãe trouxa é que ela tinha esses pesadelos constantemente. Odiava o fato de ser filha de uma trouxa, e o que tornava isso pior, era filha de uma trouxa que abandonara a família por não aceitar que eles fossem bruxos. Poderia haver humilhação pior? Não, e era por isso que Natalia detestava qualquer trouxa. “Quer saber, é bem feito que você tenha desaparecido, espero que tenha morrido também.”

Voltou para a cama logo em seguida. Tentou cair no sono mais uma vez e, minutos depois quando conseguiu dormir, teve mais um pesadelo, dessa vez bem pior.

Ela estava no meio do Salão Comunal da Sonserina, ensopada, completamente suja de lama e sua varinha estava quebrada ao meio em suas mãos. O Salão estava apinhado de estudantes, todos rindo e apontando para ela. Os mais próximos gritavam: Filha de trouxa!”, “Humilhada por uma trouxa imunda, como pode Natalia?!”, “Mentiu o tempo todo sobre sua linhagem e o que tinha acontecido com sua mãe, não é? Pensou que nunca descobriríamos seus podres? Mentirosa!” “Você é uma vergonha para o nome de Slytherin!” Acordou pior que antes, dessa vez chorando. Rolou de bruços e afundou o rosto na almofada, mordendo-a com força para evitar gritar de raiva.

Quando entrou em Hogwarts Natalia jurou que jamais deixaria que alguém descobrisse que sua mãe era uma trouxa e que tinha abandonado-a por ser uma bruxa. Jamais permitira isso, por isso mentiu dizendo que a mãe havia se envenenado por engano enquanto com uma poção que tinha preparado anos atrás e ela agora só tinha o pai, que era dono de uma linha de farmácias espalhada por várias comunidades bruxas do Reino Unido.

Com medo de dormir novamente, Natalia pegou seu robe e saiu do dormitório, indo até a Sala Comunal totalmente vazia durante a madrugada e afundou em um sofá grande e confortável e ficou admirando as chamas que queimavam na lareira...

physical characteristics;
Altura: 1 metro e 60 centimetros.
Olhos: Castanhos.
Cabelos: Castanhos, lisos e longos.
Corpo: Tem a pele clara e o peso na medida certa. Curvas nada exageradas, mas que permitem a garota ser naturalmente “hot”.
Particularidades: Conserva alguns traços orientais e tem uma tattoo no pulso direito feita com tinta mágica que muda de cor em diversos degradês, contendo três ‘x’ (xxx), que é sua representação para ‘LOVE KILLS’.
Avatar: Charice

psychological characteristics;
Humor: Sua personalidade pode oscilar do “tranqüilo” para o “perigoso” em questão de segundos, dependo da situação, mas é no geral bastante tranqüila. É animada com suas colegas, fria com os que não gosta, sarcástica com quem detesta. Quando sente algo errado, tende a se fechar no seu mundo estranho e não permite visitas nem de seus colegas mais próximos.
Qualidades: Natalia é persistente, do tipo que só desiste de algo se perceber que não vale mais a pena lutar por aquilo. É esperta, observadora e analisa muito bem todas as possibilidades e conseqüências antes de dar qualquer passo. Seus feitiços de explosão são um verdadeiro arraso. É muito boa, também, no preparo de poções, uma vez que cresceu vendo seu pai preparando as mais diversas misturas.
Defeitos: Tem um talento todo especial para a dissimulação. Pode passar de garota má para garota boa em um piscar de olhos e, afinal, quem vai desconfiar que a pequena garota com carinha de menina inocente pode pisar nas pessoas que lhe machucaram ou ousaram ficar em seu caminho? Claro que ela não é de toda vilã, mas ela sabe bem como ser uma se quiser – e ela gosta de ser.
Manias: Morder o lábio quando está pensando. Erguer a sobrancelha.
Maior desejo: Se tornar rica, independendo da herança de seu pai. Adora independência.
Maior medo: Que descubram que sua mãe lhe abandonou por ela e seu pais serem bruxos. A história que Natalia conta é que a mãe morreu quando ela era mais nova por ingerir uma substancia venenosa por engano.
Forma do Patrono: Um urso panda.
Cheiros de atração: Grama, jujubas, roupa nova.
Pior memória: Quando descobriu que sua mãe abandonou seu pai por ele ser bruxo e não quis ficar com a filha por ela ser uma mestiça. Na verdade, Natalia ouviu a ultima discursão dos pais quando tinha 7 anos e então viu a mãe indo embora sem ao menos se despedir dela.
Vê testrálios? Não.

about the school;
Casa: Slytherin
Matéria(as) preferidas: Poções, Herbologia, Transfiguração, DCAT e Feitiços.
Matéria(as) que não gosta: História da Magia, Trato das Criaturas Mágicas, Adivinhação, Estudo dos Trouxas.
Matéria(as) com mais aptidão: Poções e Feitiços.
Matéria(as) com menos aptidão: Adivinhação e História da Magia.
Varinha: Marfim, 32 centímetros, flexível, núcleo de pêlo de crina de unicórnio.
Animal de estimação: Uma gata branca com manchas pretas ao redor dos olhos chamada Vênus.
Monitor: --
Quadribol: --
Objetos Mágicos: --

history;
Os pais de Natalia se conheceram da seguinte forma: Adolf Wagner Prescovia era um pesquisador da botânica bruxa e trouxa que queria se especializar no preparo de Poções para que pudesse fazer com que seu pequeno negócio bruxo se expandisse com sucesso, então para aumentar seu conhecimento das diversas ervas encontradas no mundo, vivia viajando de um lado ao outro do globo, pesquisando e fazendo experiências com o que encontrava. Era um homem bonito, com seus trinta e poucos anos, que tinha tido uma ótima educação bruxa e era extremamente educado. O único “erro” – digamos assim – era a forte influencia que tinha pela forma como o Lorde das Trevas via o mundo trouxa - aberrações indignas de aprender magia.

Em uma de suas viagens pelo mundo acabou por cruzar com Mercedez Relucio, uma habitante de uma vila trouxa em algum lugar das Filipinas. Passando por trouxa para que pudesse descobrir mais sobre a mata nativa, Adolf começou a conversar com Mercedez, uma cristã que aprendera com sua mãe já morta sobre as diversas ervas do local.

Embora pudesse ter sentido repulsa por passar tanto tempo com uma trouxa e até fingir ser um no inicio, com o tempo Adolf passou a ver a trouxa que o ajudava com outros olhos, estava se apaixonando e, ao que parecia, ela também estava caindo de amores pelo estrangeiro. Depois de vários meses por lá, Adolf e Mercedez iniciaram seu relacionamento que acabou com o casamento um ano depois.

O problema é que Mecedez era cristã e detestou saber da existência dos bruxos, que, obviamente, iria contra toda a sua cultura religiosa. Mesmo assim, casou-se com o bruxo e mudou-se para Londres, onde Adolf tinha conseguido fazer sua rede de farmácias se expandir e tinha a matriz no meio da cultura bruxa do Reino Unido. Tinham uma casa grande, uma vez que a fortuna de Adolf aumentava gradativamente com o sucesso de suas poções. Dois anos após o casamento, Natalia Prescovia nasceu.

Adolf havia mudado desde que conhecera e se apaixonara por Mercedez, de forma que passou a não usar magia em casa para que não criasse atrito com sua esposa, então a criação de Natalia teve fragmentações na parte bruxa da familia. Ela cresceu sabendo que o pai era bruxo e que ela também seria, mas que sua mãe não era. Com sete anos e um casamento já desgastado, Mercedez explodiu em uma briga que abalou a estrutura da familia para sempre. Odiando o fato de ter se casado com um bruxo e tendo uma filha bruxa – Natalia já começara a desperta sua magia e fazer coisas incríveis -, ela expôs o que pensava sobre bruxos e em seguida abandonou sua familia.

O pai de Natalia que havia engolido o orgulho bruxo quando casou-se com Mercedez quase morreu de ódio. Nunca pensou que pudesse ser desprezado por uma trouxa, e para piorar, uma trouxa por quem ele quase abriu mão de sua cultura. Todo o ressentimento por trouxas voltara e então ela ensinou tudo o que podia sobre bruxaria para sua filha que seguindo os ensinamentos do pai, passou a odiar trouxas e a se interessar cada vez mais por bruxaria.

Aos onze anos Natalia foi mandada para Hogwarts, para ser educada na melhor Escola de Magia e Bruxaria do mundo. Sonserina tornou-se seu lar e foi lá que ela começou a crescer. É uma bruxa muito boa. Passa as férias com seu pai e faz diversas viagens com ele, sempre frequentando ambientes completamente mágicos e desprezando trouxas e suas mediocridades. E assim tem sido sua vida até agora.

Ps: Natalia não sabe que sua mãe foi realmente assassinada, e não faz ideia que quem matou sua mãe, dias depois de sua fuga, fora seu pai. Na verdade, Natalia pensa que sua mãe apenas fugiu, então criou uma história para contar na escola dizendo que ela morreu envenenada.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 515
Data de inscrição : 13/06/2011

MensagemAssunto: Re: Natalia Prescovia   Seg Fev 27, 2012 1:00 am

Bem vinda Natalia!

Ficha devidamente movida pro tópico correto.

Att,
Paty
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://acciohogwarts.forumeiros.net
 
Natalia Prescovia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Natalia - Annelise Van Dijk (Requiem) - Malkaviana
» [US] NATALIA KILLS E MARINA AND THE DIAMONDS SE APRESENTAM NO THE TONIGHT SHOW
» [LYRIC VIDEO] Natalia Kills - Perfect
» MVP Comum para Erza Scarlet e Natalia Romanova
» [UK] NATALIA KILLS PERFORMA SEU SINGLE SURPRESA ''GOLDEN'' NO THE X FACTOR UK

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Slytherin-
Ir para: