InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem vindo

Bem vindos!



Sejam bem-vindos!
Novato no fórum? Registre o seu personagem e crie sua ficha.
Bom jogo!
Calendário
DATA ON: 22 a 28 de Setembro de 2019.



» CLIMA: Nublado, gélido e sujeito a ventanias.
» ALUNOS: aulas (Duelos, Adivinhação e Runas Antigas). Festa do Pijama. ADULTOS: ações livres tanto no Castelo quanto no mundo bruxo.
Destaques

(Por ranking).

Sonserina - 79 PONTOS.

Corvinal - 74 PONTOS.

Lufa-Lufa - 30 PONTOS.

Grifinória - 5 PONTOS.



Links úteis

LINKS ÚTEIS.


» Trama.
» Regras.
» Avisos.
» Listas.
Parceiros
Quer ser Parceiro? Adicione nosso button e envie um email para accio.forever@gmail.com



Créditos


Créditos.


O Accio Hogwarts é um Fórum de RPG baseado nas histórias de J.K.Rowling. Sem fins comerciais. Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do ACCIO HOGWARTS.

Compartilhe | 
 

 23 de Abril

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shane K. D'lacroix
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 2820
Data de inscrição : 02/07/2011
Idade : 22

MensagemAssunto: 23 de Abril   Seg Out 01, 2012 11:53 pm

Você sabe o que é ficar sabendo pela boca dos outros aluno que sua irmã sofreu um acidente e foi parar em coma no hospital? Cara isso não é nada legal, chega a ser cruel uma coisa dessas, porque você fica sem saber o que fazer e muito menos com quem falar. Meus pais nem deram bola para o que aconteceu e eu fiquei aqui, desamparada sem ter coragem para ver minha irmã enquanto ela estava apagada em uma cama no ST. Mungus.


Depois de toda aquela confusão onde todos os amigos dela e o besta do Potter foram vê-la, eu resolvi tomar vergonha na cara e ir fazer uma visita a ela, afinal, somos irmãs e mesmo não merecendo meu apoio, eu tenho que ir lá e tudo mais. Sei que corro um grande risco de encontrar o imbecil do James, mas é um risco que eu estou disposta a tomar para conseguir pelo menos cinco minutos a sós com minha irmã e nada mais, sem contar que ela vai escutar algumas coisas e vai ficar quietinha.


Assim que cheguei ao hospital fui direto a recepção e perguntei aonde ficava o quarto em que Rachel estava e quando a mulher me direcionou para o quarto no fim do corredor, simplesmente respirei fundo e me coloquei a andar lentamente. Todas as portas estavam fechadas, parecia até que estava todo mundo morto ali, não tinha muitas luzes acesas e olha que eram sete horas da noite, então era de se esperar que esse povo estivesse com alguma iluminação ou qualquer coisa do tipo. Enfim, ao chegar na porta do quarto dela, eu girei a maçaneta e entrei.


Rachel estava deitada na cama como se ela estivesse de férias, mesmo com aquele ar um tanto cansado, ela estava linda. Um sorriso animado se delineou em minha face e me aproximei da cama. “Hey Rachel... Finalmente eu apareci pra te ver.” Falei ao rir de leve e beijar sua bochecha com delicadeza. Pode até parecer estranho, mas eu não faço ideia do que fazer em uma situação como essa, aquele meu discurso que eu havia preparado para falar a ela parecia ter evaporado da minha cabeça. “então... como é que você está?” Perguntei ao desviar o olhar e ir me sentar na poltrona. “Senti sua falta.” Falei em um tom baixo mais pra mim do que para ela ouvir.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rachel K. D'lacroix
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 4399
Data de inscrição : 03/07/2011

MensagemAssunto: Re: 23 de Abril   Sab Out 06, 2012 2:37 am


Meus olhos fitavam o teto branco lutando pra não ceder ao peso das pálpebras que pela décima vez no dia queriam me fazer dormir. Estava cansada daquele lugar, cansada daqueles remédios que me davam sono, cansada daquela comida horrível, de ficar deitada o dia todo, e acima de tudo, cansada de ficar só. Onde estavam meus pais afinal que desde que acordei ainda não tinham ido me ver? Aliás não só eles como minhas irmãs também, o único sempre presente era James e ele nem da família era. Que ótimo, fico apagada por dias e quando acordo ninguém vem me ver. Aposto que estavam todos se lamentando por eu não ter morrido de uma vez. Devo ser mesmo uma péssima pessoa.

Ok, esse deveria ser o momento em que relembro todas as maldades que fiz, e percebo que o que aconteceu comigo na verdade foi nada mais do que uma consequência dos meus atos, e que deveria repensar minhas atitudes e chegar á conclusão de que devo me tornar uma pessoa melhor. Tá, você não acreditou mesmo nisso acreditou? Dane-se as lições de vida, nada vai me mudar, vou continuar sendo a mesma Rachel de sempre quando sair daqui. Com a única diferença, adicionaria três novos nomes no topo da minha lista negra. Lembra aquela história de que não sabia se valia á pena perder meu tempo e minha criatividade com pessoas tão insignificantes? Esquece, eu perderia meu tempo sim, e o troco que daria naquelas três idiotas compensaria cada minuto que fiquei naquele hospital.

Uma voz conhecida me chamou a atenção - Hey Rachel... Finalmente eu apareci pra te ver. - finalmente mesmo, será que ela queria que eu agradecesse pela consideração? - Oi... - senti o beijo dela em meu rosto e dei um leve sorriso - Pensei que ainda estava com raiva de mim. - da última vez que a vi, eu tentei arrastar ela pra fora do dormitório pelo cabelo. É, pensando bem, ela tinha motivos pra demorar um pouco mais pra ir me ver. Depois de uma pausa ela me perguntou como eu estava, parecia desconfortável e eu sabia o por que. Conhecia Shane bem o suficiente pra saber que não sabia lhe dar com situações como aquela.

- Já tive dias melhores... - respondi num tom um pouco mais bem humorado. A verdade é que estava feliz por minha irmã estar ali, brigamos feito cão e gato, mas ainda assim ela é a que mais me entende. - Também senti a sua. - respondi virando a cabeça para o lado em que estava a poltrona pra poder olhar pra ela - E então...você tá melhor? - ao menos aparentemente ela tinha melhorado bastante, e só o fato de finalmente ter saído do quarto já era significante.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shane K. D'lacroix
Slytherin
Slytherin
avatar

Mensagens : 2820
Data de inscrição : 02/07/2011
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: 23 de Abril   Ter Out 23, 2012 6:59 pm

Sei muito bem que não sou uma irmã muito boa e muito menos uma irmã carinhosa, mas acho que fiz tudo errado nos últimos três anos... Assim, eu devia ter me importado mais com as pessoas ao meu redor, principalmente minha família e minhas namoradas que acabam sofrendo muito com minhas ações, talvez se eu tivesse feito isso, eu não teria me enfiado em uma depressão infernal que me afastou ainda mais de tudo e de todo mundo sem exceção.


Rachel parecia surpresa em me ver ali, talvez tenha pensado que eu a esqueceria de vez ali naquele hospital, mas ela sabia que meu estado atual não é lá o um dos melhores. Sorri de leve quando eu a escutei falar e logo depois perguntar como é que eu estava. Poxa, ela estava ali internada e eu não podia deixa-la preocupada com nada, acho que o médico dela iria brigar comigo caso ela ficasse estressada demais.


“Se eu melhorei? Claro que sim.”
Sorri da forma mais convincente que eu conseguia, me sentei na cama para poder ficar perto da minha irmã e segurei sua mão com delicadeza. “É... desculpa-me por não ter vindo antes, é que eu não conseguia, sabe? Desde aquela briga que tivemos antes de sair, eu não sabia se era o certo a fazer. Eu nem fiquei sabendo o que tinha acontecido com você, só me falaram dois dias depois.” Falei ao segurar sua mão com força e fiquei mexendo em seus dedos.


Não sou muito uma menina sentimental e detesto ficar chorando por qualquer coisa, mas sei lá, parece que nesse momento algumas lágrimas faziam questão de cair em minha face e me denunciar. Evitei olhar para qualquer lugar, não queria que ela visse que eu estava chorando, afinal, eu sou a irmã que não chora por nada e nem ninguém... ou pelo menos eu era até um tempo atrás. Mas enfim, isso não muda o fato de que eu não posso chorar na... Ah que se dane, eu já estava chorando mesmo e agora não há volta.


“Você tinha razão! Tinha razão sobre tudo.” Não hesitei em abraça-la com força e de deitar ao seu lado. Era gostoso ficar ali, sentir seu corpo contra o meu como fazíamos quando éramos crianças e nos abraçávamos às vezes para demonstrar aquele famoso sentimento de irmã. “Me desculpa maninha, de verdade... Eu te amo.” Permaneci abraçada a ela, mas dessa vez escondi meu rosto em seu ombro e fiquei ali. É cara, eu amo minha irmã.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 23 de Abril   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
23 de Abril
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Projeto Destaque do mês de Abril
» ♥ Treino para Filhos de Afrodite e Eos | Abril/Maio/Junho de 2013 | Monitor Aldrick Chevalier ♥
» DreamBox dm500 (Como fazer o arquivo satelites.xml para busca de tp's na Dreambox.)
» Nova Atualização Showbox SAT HD e SAT HD PLUS
» DAWLISH, Martine Valentina

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Emergência-
Ir para: