InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem vindo

Bem vindos!



Sejam bem-vindos!
Novato no fórum? Registre o seu personagem e crie sua ficha.
Bom jogo!
Calendário
DATA ON: 22 a 28 de Setembro de 2019.



» CLIMA: Nublado, gélido e sujeito a ventanias.
» ALUNOS: aulas (Duelos, Adivinhação e Runas Antigas). Festa do Pijama. ADULTOS: ações livres tanto no Castelo quanto no mundo bruxo.
Destaques

(Por ranking).

Sonserina - 79 PONTOS.

Corvinal - 74 PONTOS.

Lufa-Lufa - 30 PONTOS.

Grifinória - 5 PONTOS.



Links úteis

LINKS ÚTEIS.


» Trama.
» Regras.
» Avisos.
» Listas.
Parceiros
Quer ser Parceiro? Adicione nosso button e envie um email para accio.forever@gmail.com



Créditos


Créditos.


O Accio Hogwarts é um Fórum de RPG baseado nas histórias de J.K.Rowling. Sem fins comerciais. Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do ACCIO HOGWARTS.

Compartilhe | 
 

 William Richard

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: William Richard   Sab Jul 02, 2011 4:37 am


William Richard

Dados do person
Nome completo: William Richard
Apelido (s): Will ou Rick
Idade: 16
Parentes: Samuel Richard (pai) e Caroline Richard (mãe)
Raça: Mestiço
Data de Nascimento: 22 de Janeiro
Local do Nascimento: Inglaterra - Londres

Descrição
Aparência: É bem baixinho, nem pareçe ter mesmo 16 anos, é de certa forma magro mas ainda assim tem os poucos músculos definidos, porém nada muito impressionante (na verdade continua sendo magricelo). Possúe belos olhos azuis, são penetrantes e praticamente chamam atenção sempre. Tem cabelos castanho claros, muito bem cuidados assim como sua pele, que certas vezes chama atenção por ser macia demais.
Personalidade: Fechado, tímido e sério são ótimas maneiras de se destacar algumas das principais características da personalidade do rapaz. Desde que começou a se dedicar mais pelos estudos, Will tem ficado mais quieto do que foi nos últimos anos, se arrependendo profundamente de cada pessoa que importunou nos últimos anos e tentando se redimir sendo bem comportado como é hoje. Isso acabou criando uma espécie de ''armadura'' para o garoto, se fechando e se reservando sempre que encontra alguém que não goste dele (afinal mesmo tendo mudado, Will ainda tem muitos inimigos por ter zuado com praticamente todo o castelo nos anos anteriores), mas ele sabe se soltar bem quando está com alguém que ele sabe que pode confiar. Quando se solta, Will demonstra o quanto é preocupado com os amigos, o quanto gosta de dar e receber carinho, o quanto sabe ouvir alguém quando é preciso e claro, o quanto gosta de conversar. Mas mesmo sendo desse jeito, William jamais deve ser subestimado, pois ele faria qualquer coisa para defender seus amigos, até mesmo matar.
Particularidades: Animagia Legal - Crocodilo-de-água-salgada
Avatar:
William Moseley

Humor: Ótimo, anda sempre na sua mas quando está com um amigo ele sempre se mostra muito bem humorado
Qualidades: O valor que dá aos seus amigos e o carinho que gosta de dar e receber
Defeitos: Sua enorme timidez
Manias: Ajudar os outros nos deveres (em uma tentativa de conseguir mais amigos)
Maior desejo: Casar
Maior medo: Ser abandonado pela família
Forma do Patrono: Um crocodilo (a mesma espécie em que se transforma)
Cheiros de atração: Roupa nova, morangos e suco de uva fresco
Pior memória: Ver seu pai decepcionado pela primeira vez
Vê testrálios? Não (ufa!)

Dados Escolares
Casa: Grifinória
Matéria(as) preferidas: Feitiços e Transfiguração
Matéria(as) que não gosta: Runas
Matéria(as) com mais aptidão: Feitiços, Transfiguração e Poções
Matéria(as) com menos aptidão: Runas e História da Magia
Varinha: A varinha mede vinte e seis centímetros, é bem flexível (porém ainda assim é muito resistente) e feita de Freixo. Seu núcleo é de Pelo de Unicórnio
Animal de estimação: Um gato da raça Maine Coon
Monitor: Monitor Chefe da Grifinória
Quadribol: --
Objetos Mágicos: Vira-Tempo

História


William nasceu em uma família de Sonserinos, então como ja era de se esperar, não demorou nada para ele ser envolvido pelo veneno da família. Mas ainda que apresentasse já desde pequeno alguns aspectos de personalidade de um sonserino, William não tinha dificuldades em conseguir amizades, pois como toda criança (ou quase todas) ele era inocente e descontraído, por isso nunca lhe faltou alguém para brincar, fazer baderna ou até mesmo pregar peças por aí. Sempre foi tratado como queridinho pela família, então nunca lhe faltava alguém para lhe elogiar ou ajudar caso ele precisasse, principalmente seu pai que por ser orgulhoso de seu puro-sangue de gerações sonserinas sempre ajudava seu filho, para que ele se desse bem na vida mesmo sendo um mestiço. Mas esse tratamento todo especial de seu pai acabou de maneira bem cruel e não muito tarde na vida do jovem William.

Era um dia claro e bem agitado, Will e seus pais estavam fazendo compras com alguns outros membros da família, pois já que iriam fazer uma festa de aniversário eles precisavam de algumas coisas necessárias para a tal festa, e tudo parecia ir bem, organizado, quieto e bem, de acordo com o plano da família, exceto Will que estava maravilhado por ver tantos presentes sendo embrulhados e decorações sendo compradas. Mas talvez todas aquelas cores (ou a animação por estar a caminho de uma festa) acabaram fazendo o garoto ficar tão animado que quando eles entraram em uma loja de doces , sem ele nem se quer fazer nada, todos os doces da loja voaram das prateleiras e atingiram todos que estavam na loja, sujando a tudo e a todos que estavam lá dentro. Durante a confusão, todos ficaram confusos com aqueles doces voando pra lá e para cá sem nenhum motivo aparente, todos ficaram confusos, exceto Will. Ele riu e adorou ver todos assustados, realmente era um pensamento típico de um Sonserino, mas suas risadas cessaram assim que sua mãe lhe deu uma bronca e mandou que ele se escondesse, e assim que ele parou de achar tudo tão divertido, os doces pararam de voar e caíram no chão, mas assim que isso ocorreu todos perceberam oque havia acontecido.

Antes daquela bronca, ninguém sabia porque aquela confusão estava acontecendo, mas assim que notaram que tudo parou quando Will se assustou com a bronca da mãe eles souberam que aquela confusão apenas foi fruto da manifestação de magia do garoto, que ainda não tinha conhecimento algum de magia. Mesmo assim, aquilo foi um mico enorme para a família, que ainda assim entenderam a situação e não culparam tanto o pequeno William, só que Samuel (pai do garoto) não se importou se era ou não culpa do pequeno, ele havia feito Sam passar por uma enorme vergonha e para ele isso era imperdoável. E após aquele dia, pai e filho nunca mais se olharam nos olhos ou falaram direito um com o outro, começaram a se tratar como simples estranhos morando na mesma casa, mas Caroline não mudou nem um pouco o seu tratamento com seu filho, e diferente de Samuel, se encheu de orgulho quando o garoto recebeu a carta de Hogwarts. A partir do momento em que ele recebeu a carta de Hogwarts, seu pai nunca mais participou de sua vida, vivendo uma vida completamente desligada do filho e o deixando na responsabilidade da mãe, que aceitou aquele desafio tranquilamente. Ela saiu com o garoto para comprar seus materiais e conforme os dias passavam ela explicava o quanto era bom Hogwarts, e claro falava sobre a Sonserina sempre que tinha a chance. Caroline era o espelho de William, ele aprendia tudo oque sabe hoje com a sua mãe, e ela ficava feliz por ser tão importante para o seu filho, mas o fez seguir seu próprio caminho quando ele foi para o seu primeiro ano na escola de magia e bruxaria de Hogwarts.

E assim, após muito conversar com sua mãe ele foi para o seu primeiro ano em Hogwarts. Ao chegar a hora da seleção das casas para os alunos recém chegados, Will se lembrou de como sua mãe falava bem da casa Sonserina, a qual ele sabia que toda família havia feito parte, e claro que ele estaria feliz em entrar na mesma casa que a mãe mas ao se lembrar que seu pai também havia feito parte da casa ele implorou silenciosamente ao chapéu seletor para que o mesmo lhe selecionase para outra casa qualquer, menos a sonserina, e para a sua sorte ele foi mandado para a Grifinória, oque certamente deixou seu pai zangado (oque ele mais queria) mas alegrou a mãe por saber que o filho estava gostando da escola. Então após ser selecionado para a Grifinória e conhecer seus colegas ele prosseguiu o ano normalmente, conhecendo um pouco melhor o mundo bruxo e adorando cada vez mais o seu tempo no castelo. O garoto não fez muita coisa em seu primeiro ano além de ‘’conhecer o terreno em que ele estava entrando’’, e claro, fez muitas inimizades com os alunos de outras casas durante esse processo. Suas notas nunca foram impressionantes, mas sua média nunca ficou no vermelho, e isso continuou assim até o seu segundo ano.

Em seu segundo ano na escola, ele aprendeu um pouco mais sobre o mundo mágico (é claro), e ainda aprendeu muitos feitiços novos, além de entender melhor a mente maligna das crianças, mas isso apenas porque alguns sonserinos pregaram uma peça com ele, fazendo-o ser praticamente humilhado diante dos próprios colegas, mas Will devolveu com a mesma moeda humilhando os mesmos sonserinos na frente dos colegas. E a partir daí ele começou a ser bem mais ignorante do que era, se tornando não só um Grifinoriano mais travesso como também um verdadeiro amigo em Hogwarts. Mas fora isso ele descobriu o quanto era bom nas matérias de Feitiços e Transfiguração, chegando essa segunda a ser sua matéria favorita em Hogwarts por ser com ela que ele mais se familiariza. Mas além destes descobrimentos não aconteceu nada de mais em sua vida no seu segundo ano no castelo, ou ao menos nada relevante, só que ele ainda descobriu o quanto era rápido em cima de uma vassoura e o quanto seu charme natural atraía as atenções das mulheres, o tornando um tanto popular entre as garotas mas nada exagerado, afinal não eram todas que não o achavam desprezível.

Seu terceiro ano não foi lá essas coisas, mas também foi fundamental para ele ter certeza de que transfiguração era a área que ele estava mesmo interessado, mas ainda assim ele continuava prestando atenção nas outras e é claro, rindo das desgraças alheias ao lado de seus amigos. Claro, assistiu a muitos jogos de Quadribol (sendo torcedor número um da Grifinória mesmo não jogando no time) e se divertiu muito nas vezes em que ele e alguns outros colegas encurralavam novatos de outras casas para pregar alguma peça (sendo sua atividade favorita quando estava fora da sala de aula), mas também sabia quando era hora de parar e estudar para manter suas notas (não, ele nunca foi um nerd, mas estudava apenas o bastante para tirar notas aceitáveis). Fora estas coisas, nada de muito interessante ou importante aconteceu no resto do ano em que frequentou Hogwarts. Em seu quarto ano foi que William descobriu algo que mudou sua visão quanto a arte da transfiguração. Ele ouviu falar mais sobre a animagia do que o ano anterior, pois sua mãe começara a levantar certas possibilidades caso seu filho se especializasse em transfiguração (já que na família não são muitos os que são especialistas em tal matéria), e em uma destas conversas com ela, William descobre que seu tio Michael era um animago também, e assim que ficou sabendo disso ele conversou bem com seu tio e conseguiu convencê-lo a lhe ensinar a animagia, oque foi muito difícil, mesmo para o jovem Will. Como seu tio não era nem muito amigo seu mas também não o odiava, ele era tratado por Michael com frieza e até que tolerava as dúvidas imbecis do garoto, mas não conversava com ele nada que não envolvesse a animagia, oque tornava o aprendizado bem mais fácil.

Seus quinto ano não teve nada demais, foi completamente normal como qualquer ano pode ser, mas é necessário destacar que ele estava progredindo devagarzinho na animagia, tão devagar que mesmo aproveitando o tempo entre as aulas (quando não estava saindo com seus amigos ou alguma mulher é claro, afinal ele as vezes precisava se divertir) ele não conseguiu dominar aquela arte tão bem quanto era esperado, então a maior parte do tempo deixou um pouco de lado as brincadeiras com os novatos (mas claro, as vezes algumas recaídas aconteciam, afinal é muito bom ver alguém assustado em seu primeiro ano em um lugar totalmente desconhecido) para se aperfeiçoar na animagia. Mas no início do ano atual (antes de ele ir para Hogwarts cursar seu sexto ano na escola mas algumas semanas após seu aniversário de 16 anos) ele conseguiu finalmente dominar essa arte, e claro, ele se registrou no ministério o mais rápido possível para que não houvesse mais confusões envolvendo o nome da família (pois ele não queria novamente manchar o nome de sua família), se tornando assim um Animago Legal para o Ministério da Magia. E ele realmente adorou isso, ser chamado de Animago, mas isso não era o bastante para ele. Já que ele havia deixado de fazer muitas coisas para aprender a Animagia, ele acabou deixando de lado muitas brincadeiras e conversas com seus amigos, então decidiu que iria continuar daquele jeito, sendo um bom exemplo e deixando suas brincadeiras no passado, só que apenas aqueles seus pensamentos não iriam ajudá-lo a construir uma nova reputação, mas ainda assim ele tenta reconstruir a sua vida e não ser mais conhecido como um aluno problema. Aliás muitos professores apoiam essa atitude do rapaz, afinal ele agora é Monitor Chefe da Grifinória e tem que dar bom exemplo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Admin
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 515
Data de inscrição : 13/06/2011

MensagemAssunto: Re: William Richard   Sab Jul 02, 2011 5:25 pm

Ficha aprovada e movida para o topico Griffyndor
bem vindo

Maary
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://acciohogwarts.forumeiros.net
 
William Richard
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» David William Graham
» [CAERN] Templo Místico
» POTTER, Augustus William
» Diário de William Locke - Lutador de Rua
» ♦ Grupo 1 - O levante - Interno, Tarde (William)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Gryffindor-
Ir para: