InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Bem vindo

Bem vindos!



Sejam bem-vindos!
Novato no fórum? Registre o seu personagem e crie sua ficha.
Bom jogo!
Calendário
DATA ON: 22 a 28 de Setembro de 2019.



» CLIMA: Nublado, gélido e sujeito a ventanias.
» ALUNOS: aulas (Duelos, Adivinhação e Runas Antigas). Festa do Pijama. ADULTOS: ações livres tanto no Castelo quanto no mundo bruxo.
Destaques

(Por ranking).

Sonserina - 79 PONTOS.

Corvinal - 74 PONTOS.

Lufa-Lufa - 30 PONTOS.

Grifinória - 5 PONTOS.



Links úteis

LINKS ÚTEIS.


» Trama.
» Regras.
» Avisos.
» Listas.
Parceiros
Quer ser Parceiro? Adicione nosso button e envie um email para accio.forever@gmail.com



Créditos


Créditos.


O Accio Hogwarts é um Fórum de RPG baseado nas histórias de J.K.Rowling. Sem fins comerciais. Todo conteúdo disposto no fórum - imagens, html e tramas - é de uso único e exclusivo do ACCIO HOGWARTS.

Compartilhe | 
 

 Harmony Cygnus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Harmony Cygnus
Gryffindor
Gryffindor
avatar

Mensagens : 55
Data de inscrição : 15/08/2012

MensagemAssunto: Harmony Cygnus   Qua Jan 09, 2013 2:08 pm

((Dados do Personagem))
Nome completo: Harmony Cygnus
Apelido (s): Mony
Idade: 15 anos
Parentes: Samuel Cygnus (irmão)
Raça: Mestiça
Data de Nascimento: 25 de outubro
Local do Nascimento: México

((Aparência))
Altura: 1,68
Olhos: Verdes
Cabelos: Ruivos
Corpo: Magra
Particularidades: XXX
Avatar: Rachel Hurd Wood

((Personalidade))
Humor: Animada, divertida e tagarela
Qualidades: Carinhosa, determinada, perspicaz, protetora, corajosa, leal
Defeitos: Facilmente irritável, irresponsável, despreocupada ao extremo, "mão leve"
Manias: Passar seu anel por entre os dedos, morder o lábio inferior e girar os olhos
Maior desejo: Ser livre, completamente livre
Maior medo: Sentir-se presa ou dependente de alguém
Forma do Patrono: Gaivota
Cheiros de atração: Terra e grama molhadas, maresia, menta, rosas
Pior memória: Quando largou seu povo
Vê testrálios? Sim

((Dados Escolares))
Casa: Grifinória
Matéria(as) preferidas: Adivinhação e Feitiços
Matéria(as) que não gosta: Poções e Vôo
Matéria(as) com mais aptidão: Adivinhação
Matéria(as) com menos aptidão: Vôo
Varinha: Fio de cabelo de Veela e baba de Amasso, 33 centímetros, cerejeira, pouco flexível
Animal de estimação: Uma coruja negra chamada Esmeralda
Monitor: XXX
Quadribol: XXX
Objetos Mágicos: XXX

((História))
Meu nome Harmony Cygnus, não me pergunte porque minha mãe colocou meu nome com Harmony, eu não sei te responder isso, mas pode me chamar de Mony como a maioria das pessoas, ou algum outro apelido que a sua mente conseguir criar. Minha história começa em algum lugar do México, 15 anos atrás, não sei te dizer com precisão o onde levando em conta que estamos sempre mudando de lugar e vivemos na maioria das vezes nas fronteiras, ah sim, esqueci de mencionar sou cigana, assim como minha mãe, mas posso te garantir que o sangue latino corre em minhas veias.

Eu e meu irmão temos uma história um pouco parecida, minha mãe passou poucas semanas com nossos pais e nós dois nunca os conhecemos, na verdade nossa mãe nem sequer mencionava eles, a única diferença entre eu e Charlie é que ele nasceu no Canadá e eu no México, nossa mãe sempre dizia que não devíamos ter raiva dos nossos pais, que eles não haviam nos abandonado como víamos muita gente fazer, o fato é que eles nem sabiam da nossa existência, sempre sumiram da vida dela antes mesmo dela descobrir que estava grávida.

Cresci em meios a cabanas, e pessoas que mesmo não tendo o mesmo sangue se tratavam como família, comigo não era diferente, eu era a mais nova e sempre estava correndo de um lado para o outro em meio a todo mundo, procurando aprender coisas novas com todos, nunca tive um lugar para chamar de lar, na verdade tinha, mas ele cada vez estava em um lugar novo, por isso meu lar não era aqui, nem lá... meu lar era em todo lugar, cresci livre de responsabilidades, nunca tinha que me preocupar com o que fazíamos, não voltaríamos ali então as suas leis não me afetariam, a vida se mostrou incrível e ao mesmo tempo cruel, vi minha mãe morrer quando eu tinha quatro anos e meu irmão passar a se preocupar comigo, não querendo mandar em mim, mas querendo saber se eu estava bem. Conheci um pouco das pessoas, como algumas podem ser muito bondosas e outras completamente cruéis e falsas, vi a diferença causada pelas classes sociais, como algumas pessoas passavam fome enquanto outra esbanjavam ter as coisas e jogavam muita coisa fora ao invés de dar para as pessoas que não tinham nada. Tive algumas tristeza vivendo junto com o meu povo, principalmente quando acontecia algo e alguém simplesmente sumia sem voltar, sem nem se despedir, mas também tive muitas alegrias a cada rosto novo que via ali. Aprendi a não confiar completamente em ninguém e a me virar sozinha, descobri que podia correr bem mais rápido que a maioria das pessoas o que se tornou muito útil já que eu podia pegar carteiras sem que as pessoas dessem falta delas enquanto eu estava perto, aprendi a fazer truques baratos de mágica com cartas e ganhar algum dinheiro com isso, claro que já tinha percebido que eu era diferente, mas para não ser chamada de “estranha” e coisas do tipo deixava que pensassem que aquelas coisas que eu fazia como algumas desaparecerem e levitarem não passassem de truques que não podia revelar o segredo.

Acho que a maioria das pessoas não gostaria de ter uma vida como a minha, sem ter um lugar para chamar de lar, sem ter raízes, mas sei lá, eu gostava disso, como já disse, gostava da liberdade, não queria que isso mudasse, não gosto de ser mandada, de ter que obedecer regras. Era mais um dia comum quando Esmeralda saiu para caçar, mas ela voltou com uma carta no bico ao invés de mais um rato morto, achei que tivesse pego de alguém ou achado por aí, afinal eu não tinha um endereço fixo, então essa carta seria para qualquer pessoa, menos eu. Aí que veio a surpresa era o meu nome que estava escrito ali, seguido por uma espécie de convite para estudar com uma bolsa de estudos em uma escola de bruxaria.

Hesitei por um momento a respeito dessa escola, afinal, ciganos já não são vistos com bons olhos no mundo trouxa, imagina se descobrissem que tinha uma bruxa no meio? Aí sim estaríamos abaixo do cocô do cavalo do bandido, ou seja, o que sobrava pra mim? Um grande “não estrague tudo”. Algo me dizia que eu tinha que ir para o castelo, que seria bom e que tipo de cigana eu seria se ignorasse a minha intuição? Pois é... então me despedi do meu irmão mais velho dizendo que estava sentindo que tinha que fazer isso, que deveria seguir o meu destino, ele não questionou, só me deu um forte abraço.

Nunca mais entrei em contato com meu irmão ou meu povo, tudo por questão de segurança, não queria metê-los em confusão. Assim que entrei no castelo fui selecionada pra Grifinória, confesso que gostei da casa, os alunos eram legais e tudo mais, na verdade todos eram até bem legais com exceção dos sonserinos, mas quem se importa? Eu não, mesmo tendo uma sensação ruim quando passo por alguns deles. Nunca revelei pra ninguém a minha origem e quando perguntam da minha família, bem, digo que estão todos mortos é o jeito mais fácil de não envolvê-los em nenhuma confusão, e não quero que eles tenham contato com o mundo bruxo, afinal as coisas parecem ser um bocado mais fáceis quando se pode envolver magia. Ainda tenho um pequeno anel que ganhei o meu irmão quando os deixei, tem meu nome escrito com uma letra minúscula, como eles mesmo disse, era pra eu nunca esquecer as minhas origens, como se isso fosse possível...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Harmony Cygnus
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Gryffindor-
Ir para: